Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006

Ser poeta...

Recebi uma "crítica literária" de um anónimo de nome naosoupoeta, dizendo:

“Saramago diz que se pode escrever poesia sem se ser poeta (coisa que logo se nota) e que se pode ser poeta sem jamais se ter escrito um poema.”
(… afirmando de seguida, que queria dizer-me, que não sou poeta…)

Apesar de pensar, que de poeta e de louco todos temos um pouco, fiquei confuso… sério, fiquei mesmo confuso…

O que é ser poeta?

Saramago, que leio com muito agrado, diz ainda que:

“Ser poeta é ter um olhar e transpor esse olhar para a palavra da poesia. Deixando que ela se ouça como um eco.”

Mas para mim, Florbela Espanca foi quem melhor o descreveu num poema que ganha ainda mais ênfase, numa das canções de Luís Represas:

 

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!
 
É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!
 
É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!
 
E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!

 

Bem, ainda bem que eu não tenho essa aspiração... a de ser poeta…
Ainda bem que apenas transponho o meu olhar para a escrita e para a fotografia...
Porque se tivesse, nesta altura, estaria "completamente destroçado" com tal crítica “literária”…

sinto-me: inspirado...
música: What a Wonderfull World...
publicado por diabinho às 17:54
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Patricia Ran Norr a 4 de Dezembro de 2006 às 18:51
Não compreendo, muito sinceramente, para que te dás ao trabalho de responder a essas coisas... Mas tu lá deves saber... Acredito que devem vir de alguém que gosta de ti profundamente, senão não se daria ao trabalho de te andar a criticar há tantos posts... Se te lê, se te visita, e se te critica... meu amigo, tens um(a) fã!!!!
Fico feliz por teres um(a) fã!
Fico ainda mais por continuares a dar voz à Alma, ao coração e ao olhar e por alegrares os amigos que te visitam!
Fica bem. Bjs à Mafarrica. :)
1000 pátalas de Luz
De diabinho a 5 de Dezembro de 2006 às 11:09
O nosso obrigado pelos teus beijos e pelas tuas sempre tão belas pétalas de luz.
Mas eu sou assim, gosto de dar voz activa aos meus fãs....

Beijinhos nossos para ti

De Magia a 5 de Dezembro de 2006 às 10:47
Tudo na vida é relativo...a poesia é o melhor exemplo...a poesia é de quem a lê...Poetas somos todos nós, até com o silêncio fazemos poesia...

LINDA FOTO...!!!!!

PARABÉNS PELA FOTO!!!!!

Cheers
De naosoupoeta! - ñvoucomentar+! a 5 de Dezembro de 2006 às 12:00
obrigado pela atenção dada a um comentário simples e que não merecia tanta consideração ... ainda mais vindo de "alguem" (digo alguns) que banalizam a poesia ... e que fazem destes blogs um cavalo de batalha para tudo e mais alguma coisa!

não banalizem saramago e o poema da florbela toda gente conhece!
De diabinho a 5 de Dezembro de 2006 às 12:09
Obrigado pela tua opinião, embora não tenha qualquer conteúdo...
Ainda bem que tenho um "crítico" assim, um(a) fã que se importa tanto com a minha "banal" escrita....
De Cris a 5 de Dezembro de 2006 às 20:01
Longe de mim sequer tentar ser poeta, mas não é um bocadinho feio, para não dizer acanalhado dizer mal dos blogs dos outros, não gosta, não lê, passa à frente. FODA-SE!!! Há tipo(a)s mto parvo(a)s

tenho dito!
De tiscali a 5 de Dezembro de 2006 às 14:24
Muito bem, gostei da tua humildade. O teu (tua) grande fã - naosoupoeta, teve o que merecia
Talvez não deva falar muito, porque não me identifico como bloguista, portanto, sou para todos os efeitos, uma anónima .
Não sei se és poeta, mas gosto da transposição do teu olhar para as palavras, do teu sentir, do teu olhar através da fotografia. Não é como os escritos de alguns que tenho visitado, vazios, cheios de artifícios para encher, escrevem, escrevem, escrevem e não dizem nada.

De Bruxinhachellot a 5 de Dezembro de 2006 às 19:04
Poeta não é somente aquele que escreve belas palavras. Poeta é quem encherga a vida com os sentimentos, quem abraça o sonho e o pesadelo, quem sorve a essência de si mesmo e do mundo, quem espalha humores e conhecimento, quem transforma as sombras em luz, quem glorifica o amanecer e o anoitecer, quem suspira de prazer, quem se delicia com os comentários que recebe sendo a favor ou não, quem se dedica de corpo e alma a sua arte, quem se é por inteiro e assim se doa enchendo nossos olhos de lágrimas, nossos lábios de risos, nossa alma de luz.

Você é um poeta.

Beijos iluminados.
De Zalinha a 5 de Dezembro de 2006 às 19:29
Muito bem Diabinho assim é que é falar!!
Mas tb o importante mm é a forma como o nosso coração sente o que lê,isso é poesia,isso é ser poeta sentir nas palavras aquilo que porventura outros não sentirão.Deixo um bj e um sorriso:)
De pestinha_girl a 5 de Dezembro de 2006 às 19:31
Ser poeta é... SEr mais alto... É ser maior... :P é muita coisa nem eu sei ao certo ´+e o que nos vem na alma... beijinhos...
De nene a 5 de Dezembro de 2006 às 21:09
A poesia é um estado de espirito, qualquer pessoa é poeta se quiser.
E o que nos faz diferentes dos poetas que conhecemos?
A fama?
O tamanho da carteira?
Nos vários blogs que visito tenho lido poesias lindas, mais bonitas até que dos autores famosos!
Um beijinho:)
De TiBéu ( Isa) a 6 de Dezembro de 2006 às 13:32
tenho saudades dos teus comentários , o menino anda muito ocupado é? Nem te vejo na net .
bj
De TiBéu ( Isa) a 6 de Dezembro de 2006 às 13:34
olha não ficou o cometário todo, que se passou?
Eu acho que ser poeta todos comos, cada um de sua forma. Tenho saudades dos teus comentários , o menino anda muito ocupado é? Nem te vejo na net .
bj
De diabinho a 6 de Dezembro de 2006 às 13:41
É verdade, tenho tido menos tempo para navegar devido à quantidade de trabalho e mais restrições no trabalho, devido à segurança. Já nem podemos usar o MSN.
Mas tb já te tenho visitado e não consigo deixar comentários. Mas não tem sido só no teu.
As noites são para dedicar à família.
Mas eu volto.


De Mafarrica a 6 de Dezembro de 2006 às 23:00

MIA CULPA!!!! Perdoem-me!!! Ele volta....
De Ana S a 6 de Dezembro de 2006 às 18:42
Ohh ninguem tem aspirações a ser poeta mas não faz ml nenhum colocar em palavras o que vai na alma. beijos

Comentar post

.mais sobre mim...

.pesquisar

 

.emails...

Live Messenger

Blog

Weather Forecast

.arquivos...

Puro-Sangue Lusitanos

.viagens...

.fotos...

blogs SAPO

.subscrever feeds