Terça-feira, 3 de Julho de 2007

Fly Awards


Bem, a minha fã "Um Momento", nomeou-me para o Fly Awards.
A magana deu-me esta prenda... malvada...

Mas gostei, porque não há vencedores, cabe à própria consciência de cada um escolher os blogs que acham que o merecem.

Não existe nenhum regulamento.

Apenas atribuam o prémio a quem acharem que o merece.
Eu vou fazê-lo. Não é nenhuma corrente.

Os meus escolhidos saberão que conseguiram tocar alguém... Mesmo que eu seja o unico. Deixo-vos também ao critério se querem ou não divulgar esta ideia."



Assim sendo passarei eu também a divulgar esta maravilhosa ideia, onde não há vencedores nem vencidos


Bonnie

Nanny

Naturalissima

Rafeiro Perfumado

Somatotopia

Terra, Mar e Horizontes

Vida de Vidro



Beijinhos para as meninas e abraços ao menino...

publicado por diabinho às 23:51
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De ci a 4 de Julho de 2007 às 19:39
bem escolhido...:)

beijpos incomuns da ci
De Sindarin a 4 de Julho de 2007 às 20:45
Olá amigo! Parabéns pelo prémio e desculpa a minha ausência. Espero k esteja tudo bem, agradeço mto a visita e voltarei m breve...prometo. Beijinhos grandes.
De de a tua mulher a 5 de Julho de 2007 às 13:09
Amor, tu dás-me sempre awards... ainda ontem foste um crido, crido, crido.... MESMOOOOOOOOOOOO! Há tanto tempo que queria ir lá jantar...

beijo
De Bonnie a 5 de Julho de 2007 às 13:10
Beijos!!!!!
De Bonnie a 5 de Julho de 2007 às 13:10
Beijos!!!!!
De Eu a 6 de Julho de 2007 às 12:51
Encosta-te a mim,
nós já vivemos cem mil anos
encosta-te a mim,
talvez eu esteja a exagerar
encosta-te a mim,
dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou,
deixa-me chegar.
Chegado da guerra,
fiz tudo p'ra sobreviver em nome da terra,
no fundo p'ra te merecer
recebe-me bem,
não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói,
não quero adormecer.
Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.
Encosta-te a mim,
desatinamos tantas vezes
vizinha de mim, deixa ser meu o teu quintal
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como for.
Eu venho do nada porque arrasei o que não quis
em nome da estrada onde só quero ser feliz
enrosca-te a mim, vai desarmar a flor queimada
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.
Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo o que não vivi,
um dia hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.
De Um Momento a 9 de Julho de 2007 às 08:43
Ah tás aqui:)))

Passei para deixar um bom dia ...
E um beijinho(*)

Bom inicio de semana (",)
De Um Momento a 14 de Julho de 2007 às 23:33
Olá :)))))

Desaparecido!!!!
Vim trazer uma fatia do meu bolo e champagnhe

Um beijo bem aí e noite linda!!!

Bem haja por existires:o))

(*)
De nanny a 21 de Julho de 2007 às 12:01
Eu já tinha comentado e esta gaita não ficou não sei porquê...

Obrigada :D

Acho que agora vou apenas guardá-lo, com carinho, não ando com muito tempo nem cabeça, mas o facto de não ter regras também é bom :P

Beijocas da gata

Comentar post

.mais sobre mim...

.pesquisar

 

.emails...

Live Messenger

Blog

Weather Forecast

.arquivos...

Puro-Sangue Lusitanos

.viagens...

.fotos...

blogs SAPO

.subscrever feeds