Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2006

No meu jardim...

Sabes que no meu jardim não há pressas,
há um lago tranquilo, cheio de amor,
onde podes brincar e descansar, longe da tristeza e da dor.
Não há cantos escondidos, espaços perdidos, ou mesmo tempos esquecidos…
Mas há o momento, no espaço e no tempo,
uma manhã orvalhada, uma tarde a pastel pintada, uma noite estrelada
Há o adormecer calmo num abraço aconchegante, quente e repousante
E depois, a beleza do despertar, no olhar do teu rosto de menina inspirada…
sinto-me: radiante...
publicado por diabinho às 16:49
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Mafarrica a 14 de Dezembro de 2006 às 15:48
Sim, sei que no teu jardim há tempo infinito, feito de tranquilidade, onde o amor é pleno, nada te escondo, tudo te confesso, meu homem, meu amigo, meu amante, e na manhã orvalhada, te beijo, à tarde a pastel pintada te abraço, e na noite estrelada me entrego e adormeço no teu abraço aconchegante, quente e repousante e quando desperto, é nos teus olhos que bebo a vida, mergulho nesse teu lago, só meu, só nosso!
De Zalinha a 14 de Dezembro de 2006 às 16:30
Lindas palavras em resposta as igualmente lindas que o diabinho te dirige no post:)parabens pelo vosso momento:)bjs

Comentar post

.mais sobre mim...

.pesquisar

 

.emails...

Live Messenger

Blog

.arquivos...

.viagens...

.fotos...

blogs SAPO

.subscrever feeds